• Jovem Índigo

Educação de Qualidade no Brasil

Atualizado: 5 de dez. de 2021

Quando o assunto é educação, falamos de um tema que é consenso da sua importância, tanto no desenvolvimento atual, quanto no investimento nas gerações futuras para um país melhor nos próximos anos. Uma educação de qualidade se dá por fatores como qualidade do ensino, formação dos docentes e estrutura escolar.

Muitos são os problemas que presentes na educação brasileira, principalmente na educação pública. Exemplo disso são as crianças do 6º ano do ensino fundamental que ainda não dominam habilidade de ler e escrever.


Isto acontece devido às deficiências que temos na estrutura educacional brasileira, pois muitos que atuam na educação recebem baixos salários, resultando em professores frustrados que não exercem a docência com entusiasmo e que esbarram nas dificuldades diárias da realidade escolar como pais que não participam na educação dos filhos, entre muitos outros agravantes.


Números que retratam os problemas da educação brasileira:


• Atualmente, 97% dos estudantes com idade entre 7 e 14 anos encontram-se na escola. No entanto, os outros 3%, respondem por aproximadamente 1,5 milhão de pessoas com idade escolar que estão fora da sala de aula;


• Para cada 100 alunos que entram na primeira série, somente 47 terminam o 9º ano na idade correspondente, 14 concluem o ensino médio sem interrupção e apenas 11 chegam à universidade;


• 61% dos alunos do 5º ano não conseguem interpretar textos simples; 60% dos alunos do 9ºa no não interpretam textos dissertativos;


• 65% dos alunos do 5º ano não dominam o cálculo; 60% dos alunos do 9º ano não sabem realizar cálculos de porcentagem.


O cenário é desanimador, mas existem saídas e caminhos que podem ser adotados para que melhorias efetivas sejam incorporadas à educação. Precisamos, por exemplo, entendermos como sociedade a importância da educação na construção de um país, que somos agentes de transformação na realidade educacional brasileira e não apenas espectadores do trabalhado exercido pelos professores e das deficiências que o sistema apresenta.


É preciso alocar melhor os recursos arrecadados para melhorar as estruturas escolares e aprimorar a formação de docentes. A educação brasileira não pode ser refém de planos de governos específicos, de programas e projetos que começam a cada 4 anos. Para que haja realmente uma transformação na educação, ela precisa ser a longo prazo, que impacte não uma parte de um ciclo de ensino do aluno, mas ele por completo. Precisamos de políticas educacionais que pensem em iniciativas a longo prazo.


O fato é que muito pode ser feito para que tenhamos uma educação de qualidade no Brasil, com maior participação da sociedade, investimentos na estrutura e no profissional de ensino, com iniciativas inovadoras que podem impactar as próximas gerações. Se você tem sugestões que visam melhorar a educação da sua comunidade, não deixe de se inscrever no Programa Jovem Índigo! Faça a diferença, torne-se um Agente de Transformação!

Referências

Educação no Brasil. Uol Educação, Brasil Escola: https://brasilescola.uol.com.br/educacao/educacao-no-brasil.htm


Educação no Brasil. Toda materia: https://www.todamateria.com.br/educacao-no-brasil/


A Qualidade da Educação Brasileira. Uol Educação, Brasil Escola: https://educador.brasilescola.uol.com.br/trabalho-docente/a-qualidade-educacao-brasileira.htm


8 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo