• Jovem Índigo

Saúde de Qualidade

De acordo com pesquisa realizada pelo Datafolha em 2020, 55% dos brasileiros avaliam a saúde no país como péssima ou ruim. Considerando a influência da saúde sobre a qualidade de vida, esse não é um cenário aceitável.

As condições de habitação, distribuição de renda, educação e ambiente têm grande influência na saúde, assim como o acesso a água e saneamento básico. Sem conhecer os problemas que atingem a área da saúde, medidas tomadas com o intuito de melhorá-la acabam sendo inefetivas. A alternativa para poder ter um atendimento de melhor qualidade é pagando um plano de saúde particular. Mas quantos têm a possibilidade de pagar por planos? De acordo com o IBGE, 71,5% dos brasileiros, mais de 150 milhões de pessoas, dependem do sistema público de saúde.

De acordo com pesquisa da Global Health Service Monitor 2021 realizada em 30 países, 90% dos entrevistados dizem qua a população não tem condições financeiras para custear cuidados médicos de boa qualidade, esse é o maior percentual entre os países da pesquisa. Entre os principais problemas mencionados pelos entrevistados estão: dificuldade de acesso ao tratamento e longos períodos de espera (41%), a falta de funcionários em instituições de saúde (39%) e o custo dos tratamentos (31%).


Fabrizio Macial, diretor da área de pesquisas em saúde da Ipsos, terceira maior companhia de pesquisa no mundo e empresa que conduziu a Global Health Service Monitor, diz que “a gente vê o impacto da questão econômica em comparação com a pesquisa do ano passado. Isso reflete também em outros aspectos, como o aumento da preocuopação com saúde mental. A crise, as preocupações financeiras, inflação e insegurança exercem uma enorme pressão sobre a saúde mental das pessoas”.


Essas preocupações refletem a importância de termos profissionais de saúde pública engajados na saúde comunitária. Eles conseguiriam identificar, por estarem mais próximos à população, como as variáveis relacionadas ao status socioeconômico - como níveis de renda, nutrição, níveis de criminalidade na região e recursos de transporte - afetam as pessoas e como os recursos médicos e educacionais da comunidade contribuem para o estilo de vida e quais melhorias são necessárias.


Escasso atendimento na emergência, má administração financeira, falta de médicos, longo tempo de espera, atendimentos pouco humanizados...Tem interesse em contribuir para a melhora desse cenário dentra da sua comunidade? Se você tem ideias, inscreva-se já no Programa Jovem Índigo! Faça a diferença, torne-se um Agente de Transformação!


Navegue em nosso hotsite para mais informações: www.jovemindigo.com.br

REFERÊNCIAS

Saúde Brasil: como o brasileiro vê a saúde pública no País (18 de maio de 2020). Estadão: https://summitsaude.estadao.com.br/desafios-no-brasil/saude-brasil-como-o-brasileiro-ve-a-saude-publica-no-pais/


Conheça os 9 maiores problemas de saúde pública no Brasil. Medilab: https://medilab.net.br/2021/09/16/9-maiores-problemas-de-saude-publica/


Para 90%, brasileiros não têm condições de pagar médicos de qualidade, diz pesquisa (28 de outubro de 2021). Folha de São Paulo: https://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/2021/10/para-90-brasileiros-nao-tem-condicoes-de-pagar-medicos-de-qualidade-diz-pesquisa.shtml


Acesso à saúde: 150 milhões de brasileiros dependem do SUS (23 de setembro de 2020). Summit Saúde, Estadão: https://summitsaude.estadao.com.br/desafios-no-brasil/acesso-a-saude-150-milhoes-de-brasileiros-dependem-do-sus/


3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo